Páginas

quarta-feira, 7 de julho de 2010

"VOCÊ TEM O DIREITO DE FICAR CALADO!"... Tudo que você disser pode e será usado CONTRA ou a FAVOR de você no Tribunal de Deus!

“Mas eu vos digo que de toda a palavra ociosa que os homens disserem hão de dar conta no dia do juízo. Porque por tuas palavras serás justificado, e por tuas palavras serás condenado”. (Mt 12: 36-37).

O PODER DAS PALAVRAS:
 “Há alguns cujas palavras são como pontas de espada, ...”(Pv 12: 18)


Pontas de espadas que ferem, machucam, ofendem e até matam. Matam sonhos, esperança e até a alegria de viver. Por isso a Bíblia nos adverte tanto a respeito da língua.

“A morte e a vida estão no poder da língua; e aquele que bem a utiliza comerá do seu fruto”.
 (Pv 18: 21)

Como vimos, nossas palavras tem poder para liberar vida ou morte, cabe a nós decidir o que queremos atrair para nós e para todos que nos cercam. Por isso está escrito em (Ef 4: 29).

“ Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem”.

NÃO SAIA DA VOSSA BOCA... É uma ordenança e não uma simples sugestão. A palavra TORPE significa: PODRE, ESTRAGADA. Vem da raiz NECRON (Necrose no grego). Palavra que apodrece, contamina e mata aqueles que a ouvem. É uma ordenança também que SÓ SAIA da nossa boca palavra que promova EDIFICAÇÃO (crescimento espiritual), e transmita GRAÇA a todos que a ouvem. Está bem claro na bíblia que nosso destino é traçado por nossas próprias palavras, que a língua é como o leme de um navio que o conduz para onde quiser...

“Vede também as naus que, sendo tão grandes, e levadas de impetuosos ventos, se viram com um bem pequeno leme para onde quer a vontade daquele que as governa”. (Tg 3: 4)

A verdade é, que, nossas palavras são matéria prima, nas mãos de Anjos ou, nas mãos de demônios, e a decisão é nossa; e, as conseqüências também. Por isso temos que aprender a utilizar bem o poder das palavras, para o nosso próprio bem. Pois como vimos em (Pv 18: 21). “... aquele que bem a utiliza comerá do seu fruto”. Palavras são sementes, que frutificarão abundantemente, assim que forem liberadas. Quer sejam, sementes de VIDA ou de MORTE. Cada um colherá conforme aquilo que semear...

“Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará”. (Gl 6: 7)

Não só colherá, mas também terá que comer, se fartar do fruto dos seus lábios...

“Do fruto da boca de cada um se fartará o seu ventre; dos renovos dos seus lábios ficará satisfeito”. (Pv 18: 20)

Pois é, irmãos! ...

É uma afronta muito grande do diabo querer usar a NOSSA PRÓPRIA BOCA para nos prejudicar. Não é verdade?
Por isso NÃO devemos deixar que isso aconteça. EM NOME DE JESUS! Para que possamos ver dias felizes e amar a nossa vida! Como nos promete as escrituras.

"Porque quem quer amar a vida e ver os dias felizes, refreie a sua língua do mal, e os seus lábios não falem engano;" (I Pd 3:10).

O próprio Jesus disse que daremos conta de cada palavra frívola (enganosa, tola), que sair de nossa boca.

“Mas eu vos digo que de toda a palavra ociosa que os homens disserem hão de dar conta no dia do juízo. Porque por tuas palavras serás justificado, e por tuas palavras serás condenado”. (Mt 12: 36-37).

Vida e Morte, Benção e maldição, e até JUSTIFICAÇÃO (salvação) ou CONDENAÇÃO, estão na língua, nas palavras. A falta de domínio próprio (fruto do Espírito), para controlar a língua, além de contaminar todo corpo, e inflamar o curso da natureza, no final ainda levará para o inferno (condenação). Como nos mostra (Tg 3: 6)

“A língua também é um fogo; como mundo de iniqüidade, a língua está posta entre os nossos membros, e contamina todo o corpo, e inflama o curso da natureza, e é inflamada pelo inferno”.

É irmãos! Diante de tudo isso. Só nos resta orar como o salmista Davi:

“Põe, ó SENHOR, uma guarda à minha boca; guarda a porta dos meus lábios”. (Sl 141:3)

Quanto a mim, faço dessas palavras de Davi também minha oração! Que Deus nos ajude pelo seu Espírito Santo a guardar a nossa boca para que alcancemos a perfeição em Cristo Jesus. Pois a perfeição só virá quando controlarmos a nossa língua...

“Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça em palavra, o tal é perfeito, e poderoso para também refrear todo o corpo”. (Tg 3: 2)

Agora, convido você a meditar nessa história que recebi por e-mail de um amigo da Costa Rica e fiz questão de traduzi-la para o nosso idioma para que, como eu, você também possa ser grandemente edificado através da mesma.

“PREGOS NA PAREDE...” ( leia até o final).
Era uma vez um menino que começou a mostrar-se muito mal humorado, irritado, nervoso, explosivo e até violento, com seus familiares e amigos.
Seu pai, então, para discipliná-lo lhe deu um saco de pregos e lhe disse, que, cada vez que
perdesse a paciência e se descontrolasse com alguém deveria pregar um prego na parede do seu quarto.
No primeiro dia, o menino pregou 37 pregos na parede.
Ao longo das próximas semanas, enquanto se esforçava para aprender a se controlar, o número de pregos na parede começaram a diminuir. O menino achou mais fácil controlar seu temperamento do que ficar pregando pregos na parede o tempo todo.
Finalmente chegou o dia em que a criança já havia aprendido a controlar-se completamente e muito feliz ela veio contar ao seu pai. Então, o pai disse ao filho, que tirasse um prego a cada dia que ele conseguisse ser capaz de conter sua raiva.
Os dias foram passando, e o menino pôde finalmente, terminar de tirar todos os pregos da parede de seu quarto e muito feliz foi e disse ao pai que todos os pregos tinham sido removidos.
O pai pegou o filho pela mão e levou-o até o quarto e parados diante da parede, ele lhe disse: Você fez muito bem, meu filho! Mas, olha para todos os buracos na parede... A parede nunca mais será a mesma!
Quando explodimos em ira, as palavras e atitudes descontroladas ferem profundamente as pessoas. E mesmo quando pedimos perdão (buscando curar e sarar o ferimento que nós mesmos causamos), estas palavras e atitudes (mesmo depois de tratadas), deixam cicatrizes como estes buracos. Se um homem na hora da raiva enterrar uma faca em outro homem e tirá-lá logo em seguida, mesmo arrependido, não importa quantas vezes diga que sente muito; a ferida continuará lá, e poderá até matá-lo. Palavras de íra, mentira, desprezo e engano afetam, ferem e agridem a alma, assim como paus, pedras, navalha, etc. Ferem o corpo físico.
O menino aprendeu a lição! E nós também devemos aprender!

“Mas agora, despojai-vos também de tudo: da ira, da cólera, da malícia, da maledicência, das palavras torpes da vossa boca”. (Cl 3: 8).

“Se for possível, no que depender de vós, tende paz com todos os homens”. (Rm 12:18)

Lembre-se sempre o que nos diz (Pv 18: 19).

“O irmão ofendido é mais difícil de conquistar do que uma cidade forte; e as contendas são como os ferrolhos de um palácio”.

PORTANTO:

“Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor,” (Hb 12:14)

ATÉ A NOSSA PRÓXIMA POSTAGEM.
ORE, DIVULGUE E PARTICIPE!

No Amor de Cristo que nos une: SHALOM ADONAI.

7 comentários:

diego disse...

é verdade essa palavra é forte mesmo e as palavras ferem e machucam por isso que davi já disse para q o Senhor coloca-se um anjo a porta dos seus labios...amem por essa palavra...

Edinéia disse...

Ééé;......que sejamos prontos para ouvir, tardio para falar e MAISSSSS, MUITO MAIS tardio ainda, para se irar.
Que da nossa boca saia somente VIDA.

Déborah Janeth Garajau disse...

Pois é, irmãos! ...
É uma afronta muito grande do diabo querer usar a NOSSA PRÓPRIA BOCA para nos prejudicar. Não é verdade?
Por isso NÃO devemos deixar que isso aconteça. EM NOME DE JESUS! Para que possamos ver dias felizes e amar a nossa vida! Como nos promete as escrituras.
"Porque quem quer amar a vida e ver os dias felizes, refreie a sua língua do mal, e os seus lábios não falem engano;" (I Pd 3:10)

Alice disse...

A leitura acima me incentivou e me ajudou a lutar contra algo que ainda é muito forte em mim. Muitas vezes, quando me chateio com algo, falo o que não devo e fico mal porque já sei da responsabilidade das coisas que falo. Peço a Deus que me ajude a vencer essa dificuldade e que EU me disponha a por em prática o que já sei que é da vontade de Deus. Não quero edificar o reino de satanás...Não quero me destruir e nem destruir os outros com os frutos que saem da minha boca! Obrigada pela mensagem...

matte doce disse...

refooksbQuerida amiga e Profeta do Senhor que prazer ler o que escrevestes, sim concordo contigo nossas palavras tem poder, temos que saber usá-las para o bem.

Ap Glauro disse...

É verdade, se nós usarmos nossas bocas somente para abençoar como a bíblia diz, nao haveria tanta gente machucada, decepcionada e ferida, que Deus nos ajude a colocar em pratica esta verdade, tremenda palavra minha amada, te amo minha princesa linda, beijo de seu esposo Glauro.

Anônimo disse...

Obrigada,pastora Deborah Janeth Garajau,por ser um canal de benção nas nossas vidas!!!!!!!!!!!

Ocorreu um erro neste gadget

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email

VISITE NOSSO CANAL NO YOUTUBE E SEJA GRANDEMENTE EDIFICADO!

http://www.youtube.com/user/janethgarajau?feature=mhee
Loading...